Fala seus Pixel’s, e com uma tremenda felicidade que nos trazemos essa noticia, O cartunista Ziraldo, uma das grandes atrações do Comic Con Experience 2015, apresentou, domingo, 6 de dezembro, em palestra para um público de 200 pessoas, a criação do longa em animação do seu personagem mais famoso “O Menino Maluquinho”.

O anúncio foi feito pelo animador e ilustrador, Guilherme Alvernaz, o Galverna. Sócio e diretor da OCA Animation, ele contou também que o estúdio será responsável pela criação e produção de séries para TV com outras obras de Ziraldo, como “O Bebê Maluquinho” e “O Bichinho da Maçã”. Há mais de 20 anos atuando no mercado publicitário, Alvernaz herdou o interesse pela animação do pai, Ruy Perotti, o animador que criou o famoso personagem Sujismundo, sucesso da publicidade brasileira na década de 70.

“O Menino Maluquinho” foi lançado em 1980 e se tornou um dos maiores sucessos da carreira de Ziraldo. O livro deu ao autor o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro e já vendeu mais de 3 milhões de exemplares até hoje. Com sua inconfundível panela usada na cabeça, o personagem conquistou crianças e adultos ao mostrar o estereótipo de um garoto que aproveita da melhor forma possível a infância, mostrando o seu lado curioso, arteiro e hiperativo, sempre cheio de vontade de aprender coisas novas e se divertir brincando com os amigos.

O Menino Maluquinho tornou-se uma ferramenta de aprendizado de lições de cidadania e convivência em sociedade. Foi adaptado para quadrinhos, teatro, videogame e virou uma ópera infantil. Em 1995, ganhou vida nos cinemas pela primeira vez.

O mineiro Ziraldo Alves Pinto começou sua carreira nos anos 50. É pintor, cartazista, jornalista, teatrólogo, chargista, caricaturista e escritor. Além de seus famosos personagens para o público infantil, como Menino Maluquinho, A Turma do Pererê e Flicts, também criou quadrinhos para adultos, como The Supermãe e Mineirinho – o Comequieto. Foi um dos fundadores do Pasquim, jornal de humor combativo que circulou durante a Ditadura Militar.

yzwhYDHQ

Sobre a OCA Animation:

Sob o comando dos sócios Ana Paula Catarino, a AP, (CEO- Produtora Executiva), Guilherme Alvernaz, o Galverna, (Diretor de Animação) e Gustavo Amaral , o Amaral, (Diretor), a OCA Animation é um estúdio de animação criado em São Paulo em 2007. Inicialmente focado 100% em produções para o mercado publicitário, tem trabalhado para as maiores agências do país, África, Wunderman, Neogama/BBH, AlmapBBDO, DM9DDB, entre outras, com mais de 600 jobs publicitários concretizados para empresas como Itaú, Vivo, Uol, Coca-Cola, Mizuno, Fiat e Google.

A partir de 2012, movido pela vontade de criar obras mais duradouras, o estúdio Oca Animation ampliou o raio de ação para o ramo de entretenimento e passou a desenvolver séries de animação. Atualmente, a empresa possui quatro propriedades intelectuais em produção para TV, entre elas, a série inédita “Hora do Rock”, com 52 episódios de 11 minutos, que será exclusiva do canal Gloob; além de “Sujismundo”, “LooLee”, “Broto e Bagaço” e “Bebê Maluquinho”.

A OCA Animation foi a empresa vitoriosa na licitação pela criação do mascote oficial da torcida brasileira para os Jogos Olímpicos Rio-2016. O Comitê Olímpico do Brasil(COB) escolheu a onça-pintada Ginga, criada pelo estúdio, para acompanhar os times do Brasil nas competições e animar as torcidas nas arenas e estádios durante as disputas.