Voccê se lembra da série brasileira “3%”, que fez muito sucesso em visualizações e crítica no YouTube há quatro anos? Desde 2011, o projeto estava em busca de algum tipo de financiamento de um canal de televisão para a produção de uma temporada completa, mas poucas novidades foram divulgadas a respeito.

Agora, a boa notícia chegou: a ideia foi resgatada pela Netflix e vai se tornar a primeira produção totalmente nacional do serviço de streaming.  A estreia está marcada para 2016.

A série é um projeto da Boutique Filmes, produtora fundada em 2013, ainda com poucas realizações em seu portfólio. “A história foi originalmente criada alguns anos atrás e é maravilhoso vê-la se transformar em uma série Original Netflix completamente nova”, diz o produtor executivo Tiago Mello.

Quem deu a boa notícia foi a própria Netflix. A série será estrelada pelo ator João Miguel (dos filmes “Cinema, Aspirinas e Urubus” e “Estômago”) e pela atriz Bianca Comparato (das novelas “Sete Vidas” e “Avenida Brasil” e da série “Sessão de Terapia”). É a própria Comparato quem estrela o clipe e faz o anúncio.

O projeto “3%” mostra uma sociedade distópica em que todas as pessoas que completam 20 anos têm a chance de passar por um processo seletivo tenso, estressante e até mortal para chegar ao Lado de Lá — uma promessa de uma vida melhor para qual somente 3% da população consegue aprovação. Você pode assistir ao piloto de “3%” no YouTube por este link. O episódio está dividido em três partes de pouco mais de oito minutos.

A história é a mesma, mas será uma série completamente nova. Filmada em 4k, com direção geral do Cesar Charlone (O Banheiro do Papa, e dir. de fotografia de Cidade de Deus e O Jardineiro Fiel), João Miguel e Bianca Comparato no elenco, e sim – todos os episódios lançados de uma só vez.